Vereadores visitam barragens que abastecem Chã Grande – Câmara Municipal de Chã Grande

Hora: / ,

Vereadores visitam barragens que abastecem Chã Grande

Publicado em 15 de junho de 2017, por Paulo Sérgio

Os vereadores Jorge Luís (PR), Ninho Mototáxi (PR), Irmão Zaninho (PR) e Demir do Conselho (PSL) realizaram visitas às barragens que abastecem a cidade de Chã Grande, através do sistema da Compesa. A visita dos parlamentares, representando toda a bancada de situação da Câmara Municipal, atende a um pedido da população changrandense que, segundo os vereadores, vem sofrendo com a falta d’água nas torneiras, mesmo com o período de chuvas na região.

A visita dos parlamentares teve início pela barragem de Macacos, na zona rural de Chã Grande. Construído na década de 80, o reservatório foi o primeiro do sistema a atender a cidade. Atualmente, a barragem de Macacos sofre com o acúmulo de terra, o que estaria comprometendo o abastecimento em Chã Grande.

A segunda visita foi à barragem da Siriquita, localizada no município de Amaraji. Assim como a primeira barragem, o reservatório também está com o nível acima do normal, o que causou revolta nos vereadores. “Viemos constatar que as barragens estão cheias, estão vertendo, tem água suficiente pra atender toda a população e com isso estamos constatando que é simplesmente uma falta de capacidade de logística ou estrutural da Compesa em atender a população”, disse o vereador Jorge Luís.

Em seguida, o grupo visitou a barragem de Amora Grande, também no município de Amaraji. Esta última, a maior de todas, pertence ao sistema de abastecimento de Gravatá, mas a cidade de Chã Grande possui uma adutora, saindo da barragem em direção a Estação de Tratamento da Compesa.

As ações da Câmara de Vereadores não deve ficar apenas nas visitas. Segundo os parlamentares, o próximo passo será a convocação dos responsáveis pela Compesa em Pernambuco para que se possa solucionar o problema. “Vamos tomar as providências, pedindo ao presidente da Compesa que atenda ao município, já que tem água, que está sendo desperdiçada e a população sendo penalizada com a falta de água nas torneiras”, explicou Jorge Luís.

 

 


ACESSO RÁPIDO