Sétima Reunião do Segundo Período – Câmara Municipal de Chã Grande

Hora: / ,

Sétima Reunião do Segundo Período

Publicado em 23 de maio de 2013, por Paulo Sérgio

 

Na noite da última segunda-feira (20) aconteceu na Câmara Municipal de Chã Grande, Casa Paulo Viana de Queiroz, a sétima reunião ordinária do segundo período da atual legislatura.

Estiveram presentes os vereadores Sérgio do Sindicato, Gilvan Pontaleão, Sandro Corrêa, Inaldo do Raio-X, Dandão, Gilvan Bolão, Jorge Luís e Ninho Moto-Táxi. O vereador Zé Maria esteve na reunião, mas saiu antes do término. Registrando assim a ausência dos vereadores, Zé Pedreiro, por motivo de saúde e Danielle Alves.
Foi aprovado por unânimidade o requerimento de autoria do vereador Ninho Moto-Táxi, que pedia à casa a aprovação de votos de moção e aplausos a Srª Irene Magalhães, conhecida como Irene do Sindicato, mãe do atual presidente da Câmara, e que ao longo de sua vida contribuiu grandemente pelos direitos dos trabalhadores rurais.
Pelo grupo da situação, apenas o vereador Dandão fez uso da palavra e parabenizando o atual prefeito do município pelas inaugurações e entregas de veículos novos, realizadas na última sexta-feira (17).
Em seguida, o vereador Ninho Moto-Táxi deu abertura aos discursos do grupo da oposição. O vereador falou sobre as obras inauguradas pelo atual prefeito e enfatizou que as mesmas são de autoria do ex-prefeito Diogo Alexandre.
Em seu discurso, o vereador Jorge Luís expôs as contas deixadas pela antiga administração, com recursos a serem aplicados nas mais variadas áreas, e que segundo o parlamentar, encontram-se zeradas e nenhuma ação realizada. Cobrou mais ações e comprometimentos da atual administração.
O vereador Gilvan Pontaleão encerrou os discursos, trazendo à tona, reclamações da população sobre a área da saúde, como também cobrando do prefeito, o cumprimento de promessas de campanha, que inclusive constam em seu plano de trabalho, exposto ainda em 2012. O vereador falou ainda sobre a questão dos casos cometidos na cidade, ao que chamou de “terrorismo”. Prometeu que irá tomar as providências cabíveis sobre a questão dos terrenos doados em 2012 pelo ex-prefeito Diogo Alexandre, localizados em Morada Nova, e que a atual gestão tenta reintegrar ao município.

ACESSO RÁPIDO