Por unanimidade, Câmara aprova Projeto de Lei que institui sistema de controle interno – Câmara Municipal de Chã Grande

Hora: / ,

Por unanimidade, Câmara aprova Projeto de Lei que institui sistema de controle interno

Publicado em 09 de fevereiro de 2017, por Paulo Sérgio

A Câmara Municipal de Chã Grande aprovou por unanimidade, na noite desta quarta-feira (8), o Projeto de Lei de número 002/2017, de autoria da mesa diretora, que institui o sistema de controle interno do poder legislativo. Presidida pelo vereador Jorge Luís, a sexta sessão ordinária da Câmara contou também com a presença dos vereadores Janilson José (1º secretário), Inaldo Ferreira da Cruz (2º secretário), Sergio Luís Magalhães, Rodrigo Didier, José Roberto dos Santos, Ademir Batista dos Santos, Maria Célia Lira e Jazanias Jhonatha. Severino Manoel e Danielle Chrystine Alves não compareceram.

Além de aprovar o Projeto de Lei, a sessão contou também a apresentação de dois requerimentos e aprovação de outros quatro requerimentos, de autoria dos vereadores. Foram apresentados os requerimentos 012/2017, de autoria da vereadora Maria Célia, e o 013/2017, de autoria do segundo secretário Inaldo Ferreira da Cruz. Os dois requerimentos serão colocados em primeira e única votação na próxima reunião ordinária, marcada para a próxima quarta-feira (15).

A Câmara aprovou em primeira e única discussão o requerimento 008/2017, de autoria do vereador José Roberto dos Santos. O documento pede a administração municipal a construção de um Posto de Saúde da Família (PSF), no sítio Lajedo Grande, zona rural de Chã Grande. O mesmo vereador teve ainda mais dois requerimentos aprovados pela Casa. O de número 009/2017, que requer a realização de serviços estruturais na rua José Gomes da Silva, e o de número 010/2017, que pede a construção de uma quadra poliesportiva na rua Santa Inês. De autoria da vereadora Maria Célia, o requerimento 011/2017, também aprovado na sessão, pede a construção de uma praça ao lado da Escola Municipal 20 de Dezembro.

Após a votação do Projeto de Lei e dos requerimentos, o Presidente da Casa, vereador Jorge Luís da Silva, fraqueou o uso da tribuna aos vereadores. O primeiro a fazer uso da palavra foi o vereador Sérgio Luís Magalhães, que, em sua fala, abordou a questão da reforma da Previdência Social, em pauta na Câmara Federal. Rodrigo Didier, José Roberto, Maria Célia, Jezanias Jhonatha, Janilson José e o próprio presidente Jorge Luís também usaram da tribuna. Ao final, ficou marcada para a próxima quarta-feira, a partir das 20h, a sétima reunião ordinária do primeiro período.

Assessoria de Imprensa


ACESSO RÁPIDO