Banco do Brasil é tema de audiência pública em Chã Grande – Câmara Municipal de Chã Grande

Hora: / ,

Banco do Brasil é tema de audiência pública em Chã Grande

Publicado em 15 de outubro de 2015, por

O Procon Chã Grande, em parceria com a Câmara Municipal, Prefeitura, Procon estadual e Defensoria Pública, realizou nesta terça-feira (13), na Casa Paulo Viana de Queiroz, a primeira audiência pública para debater os problemas no atendimento e prestação de serviços da agência changrandense do Banco do Brasil.
O encontro reuniu vereadores do município, o vice prefeito Léo de Seu Dida, o prefeito Daniel Alves, a gerente regional do Procon em Pernambuco, Danielle Sena, a Defensora Pública do Estado, Cristina Sakaki, além do gerente da agência no município, Francisco Cardoso, e da população em geral.
A proposta da reunião foi tratar dos problemas atuais, buscar explicações para a situação, além de discutir propostas para melhorar o serviço. A representante do Procon em Pernambuco, que trabalha em conjunto com as unidades municipais, lembrou a importância de fiscalizar as agências bancárias que, segundo a legislação, não podem exceder 15 minutos no atendimento individual. Para ela, o órgão necessita da interação com o público.
“É importante lembrar que a população denuncie, procure o Procon. Não apenas questões como tempo de fila, cobranças indevidas, mas que procure o órgão e denuncie para que em cima dessas denúncias, o Procon possa tomar todas as medidas cabíveis e legais em favor da população”, disse.
“Necessário e importante, para que essas pessoas tenham conhecimento de seus direitos e exerçam sua cidadania em toda sua plenitude. Os bancos tem que trabalhar seguindo o Código de Defesa do Consumidor, na questão da responsabilidade social, na transparência e boa fé”, disse a defensora pública do estado, Cristina Sakaki.
A próxima reunião deverá acontecer no mês de novembro, também na Câmara Municipal. Daqui até lá, a representante do Procon espera já ter solução para a maioria dos problemas. “Acredito que na próxima audiência já possamos ter algumas diretrizes, com posicionamento do próprio banco e como a gente pode estar minimizando e solucionando grande parte dos problemas que são apresentados”, finaliza.​


ACESSO RÁPIDO